Como funciona

No mercado de ações, o cliente compra uma fração do capital de uma empresa. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, dependendo das flutuações do mercado.

 

Tributação

Acima de R$ 20 mil
Day-trade: 20% de IR
Operações convencionais: 15% de IR

Vantagens

  • Possibilidade de altos rendimentos
  • Investimentos em pequenas quantias
  • Percentual dos dividendos distribuídos pelas companhias
  • Diversificação dos investimentos
 

Diversificação e acesso a novos mercados em um único investimento.


Como funciona

O COE - Certificado de Operações Estruturadas - é um tipo de investimento que combina elementos de Renda Fixa e Renda Variável, com retornos atrelados a ativos e índices, como câmbio, inflação, ações e ativos internacionais.

 

Tributação

01acoes.jpg

Vantagens

  • Vencimento do investimento em data pré-determinada;
  • Valor mínimo de aporte;
  • Indexador local ou internacional;
  • Cenário de ganhos e perdas no vencimento, conhecidos desde o início da operação;
  • Tributação de acordo com tabela regressiva de Renda Fixa;
  • Perfil do investidor deve ser compatível com o produto;
  • Fluxos de Pagamentos no Vencimento ou Periódicos.
 

Diversifique diminuindo os riscos.


Como funciona

Tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores (cotistas), permitindo assim investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados. Esta carteira pode englobar Títulos de Renda Fixa, Títulos Públicos, Títulos Cambiais, Derivativos, Commodities, Ações, entre outros. Quanto mais diversificado o fundo, menor é o risco.

 

Gestão

Gestão profissional e especializada dos investimentos.

Vantagens

  • Diversificação
  • Gestão Especializada
  • Liquidez
  • Praticidade
  • Redução do custo de corretagem
 

Tributação

Os fundos de investimento são classificados em três categorias para efeitos de Imposto de Renda e a incidência do imposto dependerá do período em que cada aplicação permanecer no Fundo.

Leia mais

 

Uma forma inteligente de investir em imóveis.


Como funciona

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em todo o tipo de negócios de base imobiliária, seja no desenvolvimento de empreendimentos imobiliários ou em imóveis prontos, como edifícios comerciais, shopping centers e hospitais. Do patrimônio de um fundo podem participar um ou mais imóveis, parte de imóveis, direitos a eles relativos, entre outros.

O objetivo é conseguir retorno pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e demais atividades do setor imobiliário.

 

Gestão

Gestão profissional e especializada dos fundos.

Vantagens

  • Diversificação dos investimentos
  • Liquidez
  • Fracionamento do investimento
  • Possibilidade de valorização das cotas
  • Risco
  • Isenção de imposto de renda e IOF*
 

Tributação

Isento de IR sobre os rendimentos mensais para pessoas físicas, que tenham menos de 10% de cotas de fundos imobiliários cujas cotas sejam negociadas em Bolsa de Valores e que tenham mais de 50 cotistas.

 

Commodities agrícolas e financeiras para você investir


Como funciona

O mercado futuro é como outro mercado qualquer que conta com a presença de vendedores e compradores influenciados pela oferta e demanda dos ativos negociados. A diferença é que, em vez de ativos à vista, são negociados contratos para liquidação em uma data futura específica, previamente autorizada.

É bem simples analisar os fundamentos de uma commodity. O que move seu preço é basicamente oferta X demanda, enquanto no mercado de ações são analisados diversos indicadores.

 

Tributação

Vantagens

  • Alavancagem
  • Facilidade para comprar e vender
  • Análise Gráfica
 
 

Investir é diferente de poupar


Como funciona

É o investimento realizado diretamente em Títulos Públicos e Privados de Renda Fixa. Quando você compra um título de Renda Fixa, você está emprestando dinheiro ao emissor do papel, que pode ser um banco, uma empresa ou mesmo o Governo. Em troca, recebe uma remuneração por um determinado prazo, na forma de juros e/ou correção monetária, podendo receber, ainda, parcelas chamadas amortizações.

 

FGC

CDB, LC, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil por CPF e instituição.

Vantagens

  • Diversificação
  • Tranquilidade
  • Liquidez
  • Taxas competitivas
  • Dezenas de opções de investimento cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).
 

Tributação

CRI: Isento de Imposto de renda.
CRA: Isento de Imposto de renda.
LCI/LCA: Isento de Imposto de renda.
Debêntures incentivadas: Isento de Imposto de renda.

Demais Produtos: